Central de Concursos
  • Publicado em 17/11/2014 00h00

Após um longo período sem informações, o presidente dos Correios, Wagner Pinheiro, informou que o concurso da estatal poderá ser realizado no segundo semestre do ano que vem. E a tendência, segundo ele, é que a seleção abranja todos os cargos da empresa. 

Mas se por um lado o presidente da estatal permitiu aos interessados na oportunidade programarem melhor a sua preparação, por outro ele foi cauteloso em confirmar a realização do concurso para o próximo ano. Segundo Pinheiro, é muito provável que a seleção seja feita em 2015, porém, a empresa ainda irá avaliar se existe essa necessidade. 

 

De acordo com Wagner, cerca de seis mil pessoas deverão deixar a empresa por conta de aposentadoria. O novo concurso dos Correios ainda não foi aberto pelo fato da seleção feita em 2011 ainda estar vigente e contar com aprovados aguardando convocação. A validade do concurso expiraria no ano passado, mas foi prorrogada por meio de liminar da Justiça do Trabalho, até o fim do processo por meio do qual o Ministério Público do Trabalho (MPT) questiona a contratação de terceirizados em detrimento da convocação de aprovados na seleção. Uma audiência para publicar a decisão sobre o caso está marcada para esta quarta-feira, dia 19, na 15ª Vara do Trabalho, em Brasília. A publicação, no entanto, já foi adiada em outras cinco oportunidades.

 

O número de vagas no novo concurso da empresa ainda será definido, mas São Paulo é o estado com mais carência de pessoal. Como confirmou o presidente dos Correios, a maioria das vagas do novo concurso será para carteiro, atendente comercial e operador de triagem e transbordo. A remuneração inicial de R$2.006,65 corresponde a 27 dias de trabalho por mês. Para os que trabalharem 23 dias mensalmente, os ganhos são de R$1.893,50. Os valores são compostos por R$1.084,35 de vencimento inicial, acrescido de R$158,50 de vale cesta-básica e R$763,80 (27 dias) ou R$650,65 (23 dias) de vale-alimentação. Para carteiro, a remuneração média ainda pode chegar a cerca de R$2.200, considerando-se também outros adicionais. Para o nível superior, as oportunidades deverão estar distribuídas por diferentes especialidades. Nesse caso, a remuneração é de R$4.962,05 ou R$4.848,90, dependendo do número de dias trabalhados e incluindo os auxílios.

blog

Outras Notícias