Central de Concursos
  • Publicado em 10/11/2017 16h22 - Atualizado em 17/11/2017 17h58
Se você paga seus impostos de renda e recebe (ou paga) a restituição, é por que o trabalho da Receita Federal (RF) funcionou bem.
 
Quando um empresário recebe multa por esconder seus bens ou parte da renda, também é graças aos servidores da RF. É trabalho deles cuidar (administrar, executar e fiscalizar) do processo tributário do Brasil. Só tem um problema: o órgão sofre com a defasagem no quadro de funcionários – mais de 20% dos analistas já podem se aposentar.
 
É por isso que a Receita Federal solicitou ao Ministério do Planejamento a abertura de novo concurso público com 2.083 vagas, sendo 630 para auditores-fiscais e 1.453 para analistas-tributários. Ambos os cargos exigem dos candidatos nível superior completo em qualquer área. A remuneração inicial é de R$11.132 para analistas e R$19.669 para auditores.
 
Mas, como aconteceu com todos os concursos federais, o Ministério do Planejamento adiou a organização de um novo certame. Ainda assim, um novo concurso é aguardado para o início de 2018.
 

Preparação antecipada

 
Os candidatos interessados em participar do concurso Receita Federal 2018 precisam acelerar os estudos. Nos últimos dois concursos, em 2014 (foram 278 vagas para auditor-fiscal) e 2012 (712 oportunidades para analistas tributários e 190 para auditores), as provas aconteceram dois meses após a publicação do edital. 
 
Concurso Receita Federal
 

E não é de surpreender que a concorrência tenha sido acirrada. Com salários altos, estabilidade e benefícios, mais de 65 mil pessoas se inscreveram em 2014 e outras 120 mil tentaram levar um dos cargos no concurso anterior.
 

Leia também:

Ministro anuncia realização de novos concursos federais em 2018

 
 
blog

Outras Notícias