Central de Concursos
  • Por: Yuri Salso - Publicado em 14/01/2022 13h58 - Atualizado em 14/01/2022 14h28
Concurso CVM 2022 (Foto: Divulgação)

A Comissão de Valores Mobiliários é mais uma autarquia federal a registrar manifestações dos servidores que se posicionam estão contrários ao aumento salarial concedido apenas a policiais federais, conforme está previsto no Projeto de Lei Orçamentária Anual (Ploa 2022), aprovado pelo Congresso Nacional no fim do ano passado. 15 superintendentes da CVM assinaram uma Carta Aberta solicitando que os servidores do órgão também tenham direito a reajuste salarial.

Essa carta foi encaminhada para o Presidente da CVM, Marcelo Barbosa, que, por sua vez, encaminhou um ofício ao ministro da economia, Paulo Guedes, reportando a solicitação de reajuste feita pelos superintendentes.

Na Carta Aberta, o grupo de superintendentes destacou que o mercado de capitais teve papel importante para a manutenção dos investimentos no Brasil, em um cenário de contração. “Nos últimos três anos, mais de R$1,5 trilhão foi captado, recursos que foram direcionados aos diversos setores da economia real, em um período onde o orçamento público esteve voltado ao combate à pandemia e ao auxílio da população mais vulnerável”, consta na carta.

Eles reforçaram ainda que a expansão do mercado de capitais mobiliário se deve ao esforço e ao intenso trabalho do corpo de servidores da autarquia. Porém, na Carta, eles lembraram que o longo período sem contratações via concurso público e a não concessão do reajuste salarial podem influenciar no desempenho profissional de quem está exercendo funções na CVM atualmente:

“Este panorama, agravado pela falta de concursos públicos nos últimos 10 anos, torna a situação ainda mais crítica. Destaca-se, ainda, o fato de a necessidade de recursos humanos para a instituição não dizer respeito apenas a uma questão quantitativa. É necessário que as vagas sejam ocupadas por profissionais qualificados, capazes de desempenhar a função de supervisionar adequadamente este novo, e cada vez maior, mercado intensivo em tecnologia. As dificuldades mencionadas não desmobilizaram os servidores da CVM, que têm se mantidos firmes e capazes de preservar um ambiente de eficiência, embora não tenham reajuste desde janeiro de 2019. Portanto, foi com indignação que recebemos a decisão do Governo Federal de prever, no Orçamento de 2022, reajuste de remuneração apenas para algumas categorias do serviço público, excluindo todas as demais, que têm igualmente contribuído para a construção de um país mais forte e soberano (...) Além disso, a assimetria no tratamento provoca nos servidores da Autarquia não só decepção e insatisfação, mas também um desestímulo que pode resultar na saída de quadros técnicos importantes”.


Além da CVM, a Receita Federal e o Banco Central registraram grande número de saídas de servidores comissionados após a aprovação do reajuste salarial para a área de segurança pública. Só na Receita Federal, por exemplo, até o fim do ano passado, 635 servidores entregaram seus cargos como forma de protesto, sendo mais de 500 deles chefes de unidades administradas pela autarquia.

Ao prometer o reajuste salarial para os servidores da segurança pública, o Governo Federal eleva a cobrança das autarquias de outras áreas da esfera federal que necessitam não somente de aumento nas remunerações concedidas para os atuais servidores, mas também esperam ter o sinal verde do Poder Executivo para realizar novos concursos públicos em busca de renovar e reforçar o quadro de servidores. 

CVM solicita aval para abrir 121 vagas

Diante do cenário de indignação por parte dos servidores da Comissão de Valores Mobiliários, o órgão segue aguardando o aval do pedido de concurso CVM, enviado em abril do ano passado para o Ministério da Economia.

O órgão pretende preencher 121 vagas, com destaque para a carreira de agente executivo, com 49 vagas destinadas a quem possui nível médio e tem remuneração inicial de R$7.647,98 (valor que já inclui R$458 de auxílio-alimentação).

As outras oportunidades se dividem entre dois cargos de nível superior: inspetor (24 vagas) e analista (48 vagas). A primeira carreira exige nível superior em qualquer área, enquanto a segunda será para cursos específicos a serem definidos quando o pedido for autorizado. Na seleção de 2010, o último realizado para a CVM, as vagas de analista foram destinadas a graduados em Contabilidade, Recursos Humanos, Arquivologia e Biblioteconomia. Ambos os cargos contam com remuneração de R$19.655,06, também incluindo o auxílio-alimentação.

Nesse mesmo pedido por concurso, a CVM informou que a maior parte delas será destinada para o Rio de Janeiro, assim como aconteceu no concurso de 2010, quando o estado recebeu 132 das 150 vagas totais oferecidas para os mesmos três cargos contemplados no próximo concurso.

Mas é preciso ressaltar que, mesmo recebendo a autorização integral do Ministério da Economia, as 121 vagas do próximo concurso não serão suficientes para preencher completamente o déficit de 168 cargos vagos, sendo:

• 100 no quadro de agentes executivos;
• 21 no quadro de analistas;
• 47 no quadro de inspetores.

Com isso, a CVM poderá receber o aval também para contratar mais aprovados que estiverem no cadastro de reserva do concurso para ocupar os cargos que sobrarem. 

Concurso CVM: saiba como foi o último concurso

O último concurso CVM foi realizado em 2010, quando foram oferecidas 150 vagas, destinadas para os estados de São Paulo e Rio de Janeiro. Do total de postos, 80 foram para analistas em diversas áreas, 20 para inspetor e 50 para agente.  A banca organizadora, na ocasião, foi o Esaf

A seleção foi composta de provas objetivas e dissertativas, versando sobre conhecimentos gerais e específicos. Para agente executivo, a parte de conhecimentos gerais contou com temas sobre língua portuguesa, conhecimentos contemporâneos e estrutura do mercado de valores mobiliários.

Para analista e inspetor, em conhecimentos gerais os temas foram língua portuguesa, língua inglesa, matemática financeira e estrutura de mercados de valores mobiliários.

Ficha Técnica Concurso CVM 

Órgão: CVM - Comissão de Valores Mobiliários
Status: Concurso solicitado
Vagas: 121
Cargos: Analista, Inspetor, Agente Executivo
Áreas de Atuação: Administrativa
Escolaridade: Ensino Médio, Ensino Superior
Faixa de salário: De R$ 7.189,00 Até R$ 19.197,00
blog

Cursos

Apostilas

Outras Notícias