Central de Concursos
  • Por: Redação - Publicado em 01/10/2021 17h37
Foto: Divulgação


Quando uma pessoa decide prestar um concurso público, há uma série de fatores que justificam essa tomada de decisão. Na maioria das vezes, é por conta da tão sonhada estabilidade financeira e empregatícia. Porém, para outras pessoas, não basta ter estabilidade se o salário não for tão auspicioso e que não seja capaz de suprir todas as necessidades de um indivíduo. Ainda mais, com os produtos e serviços cada vez mais caros no atual contexto econômico.

Esse não é o caso da Controladoria-Geral da União, que oferece remunerações que chamam atenção até daquelas pessoas que não pensam em prestar concurso público por causa do salário.

Na seleção que foi autorizada pelo Ministério da Economia no mês de julho, haverá 75 vagas para o cargo de técnico, destinado a quem possui nível médio de escolaridade. No início de carreira, esse profissional receberá R$7.741,31 mensais.

A CGU recebeu o aval ainda para abrir 300 vagas para o cargo de auditor federal. Como a escolaridade exigida é de nível superior, certamente que o valor da remuneração será mais elevado. Dessa forma, um auditor federal da CGU receberá R$19.655,06.

Dentro dos valores mencionados acima, será incluído o auxílio-alimentação de R$458, que é o mesmo concedido para todas as autarquias do Poder Executivo. Além desse benefício, um auditor e um técnico da CGU receberá auxílio-transporte, plano de saúde e auxílio-creche aos profissionais com filhos.

Agora que você sabe o quanto terá de salário ao ingressar no órgão, inicie ou mesmo intensifique seus estudos para tornar esse sonho real.

Quando sairá o edital da CGU?

O ministro da Controladoria Geral da União, Wagner Rosário, havia anunciado pelas redes sociais que as provas objetivas desse concurso terão que acontecer antes do feriado de Carnaval do próximo ano (que será entre os dias 26 de fevereiro e 1º de março).

Como foi reduzido o intervalo entre edital e provas de quatro para dois meses, o documento poderá estar disponível até o mês de dezembro. Até o fim do ano, a CGU deverá escolher a banca que irá organizar o certame para que, enfim, o edital esteja totalmente disponível para os candidatos.

blog

Cursos

Apostilas

Outras Notícias