Central de Concursos
  • Por: Redação - Publicado em 18/11/2021 10h11 - Atualizado em 18/11/2021 11h20
Concurso CGU 2021 (Foto: Divulgação)

Conforme já fora previsto pelo ministro Wagner Rosário, o edital para o novo concurso CGU (Controladoria-Geral da União) deverá sair somente na segunda quinzena deste mês de novembro.

Esperava-se anteriormente que o documento saísse de imediato, assim que foi definida a banca organizadora do certame, a Fundação Getúlio Vargas. Porém, o que muitos concurseiros interessados anseiam saber é: o que falta para o edital ser publicado?

A resposta: a FGV assinar o contrato de trabalho. No serviço público brasileiro, uma empresa só é contratada oficialmente quando ela e o órgão contratante assinam o contrato de trabalho para administrar determinado projeto, neste caso, um concurso público. Além disso, é necessário que o extrato do contrato seja publicado no Diário Oficial. Enquanto nenhuma dessas etapas não for realizada, o edital, mesmo podendo estar pronto, não poderá ser liberado para a população em geral.

No caso da CGU, a expectativa atual é de que a contratação da FGV seja homologada até o dia 30 de novembro, último dia útil do mês, pois baseando-se nas seleções passadas, o edital foi lançado menos de um mês depois da contratação da banca organizadora.

Dessa forma, concurseiro, não custa nada esperar alguns dias de forma paciente. E aproveite esse período pré-edital para ir se preparando para as provas objetivas, que devem acontecer em fevereiro, antes dos festejos de Carnaval.

Como deverá ser a prova do concurso CGU?

Como a FGV foi a banca escolhida para gerir a seleção de auditores e técnico federal, é bem possível que a banca opte pelo modelo de provas múltipla escolha, com 70 questões objetivas e cinco alternativas de resposta, em detrimento do segundo formato proposta, que era o famoso “Certo ou Errado”, composto por 120 questões.

A referência para quem irá prestar as próximas provas continua sendo os últimos concursos CGU para cada um dos dois cargos:

Provas para auditor (2012)

• Conhecimentos Básicos: Português, Inglês, Espanhol, Raciocínio Lógico Quantitativo e Administração Pública;
• Conhecimentos Específicos Comuns a todas as áreas: Direito Constitucional, Direito Administrativo e Administração Financeira e Orçamentária;
• Conhecimentos Específicos por áreas específicas (disciplinas variam): Geral; Administrativa; Prevenção da Corrupção e Ouvidoria; Tecnologia da Informação / Infraestrutura de TI; Tecnologia da Informação/Desenvolvimento de Sistemas da Informação; Correição; Comunicação Social.

Provas do último concurso para técnico (2008)

• Conhecimentos Básicos: Língua Portuguesa, Raciocínio Lógico-Quantitativo e Informática;
• Conhecimentos Específicos: Direito Constitucional, Matemática, Língua Inglesa ou Língua Espanhola, Legislação Aplicada à CGU e Regime Jurídico dos Servidores Públicos.
• Diferente da prova objetiva, os futuros concorrentes da CGU já sabem como serão avaliados na prova discursiva: através de uma redação dissertativa de até 30 linhas sobre algum tema da atualidade (para técnicos) e por meio de uma questão dissertativa ou uma peça técnica com, no máximo, 90 linhas, mais duas questões para responder em até 15 linhas cada (para auditor).

As provas serão aplicadas em Brasília, sede da CGU, nas sete capitais da Região Norte, onde os aprovados também serão lotados, e nas cidades de São Paulo, Porto Alegre e Recife, escolhidas para representar as regiões Sudeste, Sul e Nordeste, respectivamente.

Com esse concurso, a CGU contratará 375 novos servidores, sendo 75 para trabalhar como técnico federal (cargo de nível médio) e 300 para o cargo de auditor (voltado a quem possui nível superior nas áreas de Auditoria, Fiscalização, Tecnologia da Informação, Finanças, Contabilidade Pública e Direito).

Os novos técnicos receberão ganhos no valor de R$7.741,31, enquanto a carreira de auditor apresenta vencimentos mensal de R$19.655,06. Em ambos, já está incluído o auxílio-alimentação no valor de R$458.

Ficha Técnica Concurso CGU

Órgão: CGU - Controladoria-Geral da União
Status: Concurso autorizado e banca definida
Vagas: 375
Cargos: Técnico Federal e Auditor Federal
Áreas de atuação: Administrativa e Fiscal
Escolaridade: Ensino Médio e Ensino Superior
Remuneração: até R$ 19.197,06
Banca organizadora: FGV
Estados com vagas: Distrito Federal, Acre, Amazonas, Amapá, Pará, Tocantins, Rondônia e Roraima
blog

Cursos

Apostilas

Outras Notícias