Central de Concursos
  • Por: Yuri Salso - Publicado em 01/02/2022 15h03 - Atualizado em 01/02/2022 15h59
Concurso CGU (Foto: Divulgação)

As inscrições no concurso CGU (Controladoria-Geral da União), com oferta de 375 vagas distribuídas entre os cargos de técnico federal e auditor de finanças e controle, foram prorrogadas. O prazo, que antes encerraria nesta terça-feira, 1, foi prorrogado até quinta-feira, dia 3 de fevereiro.

Para realizar a inscrição, o candidato deve, inicialmente, se cadastrar no site da Fundação Getúlio VargaS (FGV), banca organizadora responsável pela seleção, informando o CPF e criando uma senha para acessar o portal.

Em seguida, é preciso escolher uma única localidade para prestar as provas objetivas, que serão realizadas nas capitais dos estados da Região Norte, em Brasília, São Paulo, Porto Alegre e Recife. Também é preciso selecionar a localidade de lotação (estados da Região Norte ou Distrito Federal, de acordo com o cargo) em que pretende concorrer.

Os candidatos ao cargo de auditor de finanças e controle, especificamente, precisarão optar pela área de especialização da prova:

• Auditoria e Fiscalização;
• Tecnologia da Informação; Contabilidade Pública e Finanças;
• Correição e Combate à Corrupção.

O candidato só estará com a inscrição garantida no concurso CGU quando efetuar o pagamento da taxa nos valores de R$80 (técnico) ou R$120 (auditor).

O pagamento da Guia de Recolhimento da União (GRU Cobrança) poderá ser feita em qualquer banco, bem como nas casas lotéricas ou nos Correios, obedecendo aos critérios estabelecidos nesses correspondentes bancários, ou por meio eletrônico. O novo prazo final para pagar o boleto de inscrição é 4 de fevereiro.

LEIA TAMBÉM:

Oportunidades para níveis médio e superior; ganhos de até R$19 mil

A oferta do concurso CGU será de 375 vagas para preenchimento imediato. Desse total, 75 vagas são destinadas ao cargo de técnico federal, que exige o ensino médio completo como requisito básico para ingressar no cargo. A remuneração destinada a esse cargo é de R$7.741,31 com a inclusão do auxílio-alimentação de R$458.

As 300 vagas restantes serão destinadas para a carreira de auditor de finanças e controle. Para ser um auditor, é preciso que o concorrente tenha concluído a graduação em qualquer área, mesmo que o edital informe as áreas de especialização em que os futuros auditores irão trabalhar. A remuneração será de R$19.655,06, também já com o acréscimo do auxílio-alimentação de mesmo valor.

As jornadas de trabalho para essas duas carreiras serão de 40 horas semanais e as contratações serão feitas através do regime estatutário, que garante estabilidade ao servidor público. Os servidores serão lotados no Distrito Federal e nos sete estados da Região Norte.

Saiba como serão as provas do concurso CGU

Os candidatos inscritos no concurso CGU serão avaliados por meio das seguintes etapas:

• Prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório;
• Prova discursiva, de caráter eliminatório e classificatório;
• Perícia médica, exclusiva para candidatos que se declararem com deficiência, de caráter unicamente eliminatório;
• Heteroidentificação, exclusiva para candidatos que se declararem negros, de caráter unicamente eliminatório.

As provas objetivas e discursivas serão aplicadas no dia 20 de março. Como as oportunidades estão restritas aos sete estados da Região Norte e o Distrito Federal, as provas acontecerão nas capitais desses estados e em Brasília, além de outras três capitais que ganharam o direito de sediar os exames, como a cidade de São Paulo (SP), que irá representar a Região Sudeste. Já as cidades de Porto Alegre (RS) e Recife (PE) irão representar, respectivamente, as Regiões Sul e Nordeste. 

Enquanto os candidatos a técnico serão avaliados somente pela manhã (das 8h às 12h30min), os exames para auditores serão divididos em dois turnos: manhã (das 8h até 12h30min: prova objetiva de Conhecimentos Básicos e prova discursiva) e tarde (das 15h até 19h: provas objetivas de Conhecimentos Específicos e de Conhecimentos Especializados).

Confira abaixo como estão estruturadas as provas objetivas para os dois cargos:

Técnico Federal (80 questões)

• Conhecimentos Básicos: 15 questões de Língua Portuguesa, 5 de Língua Inglesa, 5 de Raciocínio Lógico-Quantitativo, 5 de Noções de Tecnologia da Informação;
• Conhecimentos Específicos: 10 de Noções de Direito Constitucional, 10 de Noções de Direito Administrativo, 10 de Noções de Administração Financeira e Orçamentária, 10 de Noções de Administração Geral, 10 de Controladoria-Geral da União (organização, competências e sistemas estruturantes).

Auditor de Finaças e Controle (110 questões)

• Conhecimentos Básicos: 15 de Língua Portuguesa, 5 de Língua Inglesa, 10 de Administração Pública e Políticas Públicas;
• Conhecimentos Específicos: 10 de Direito Constitucional, 14 de Direito Administrativo, 5 de Administração Financeira e Orçamentária, 6 de Fundamentos de Auditoria Governamental e 5 de Controladoria-Geral da União (organização, competências e sistemas estruturantes).
• Conhecimentos Especializados para auditores:
- Área de Auditoria e Fiscalização: 10 questões de Auditoria Governamental e Controle Interno, 10 de Contabilidade Aplicada ao Setor Público, 10 de Avaliação de Políticas Públicas e mais 10 de Finanças Públicas;
- Área Correição e Combate à Corrupção: 16 questões de Direito Administrativo Sancionador, 8 de Direito Civil e Processual Civil, 8 de Direito Penal e Processual Penal e 8 de Direito Empresarial;
- Área de Tecnologia da Informação: 8 questões de Ciência de Dados, 8 de Desenvolvimento de Sistemas, 8 de Bancos de Dados, 8 de Infraestrutura Tecnológica e 8 de Segurança da Informação;
- Área de Contabilidade Pública e Finanças: 10 questões de Auditoria Governamental, 10 de Contabilidade Aplicada ao Setor Público, 5 de Análise de Demonstrações Financeiras, 5 de Estatística e 10 de Finanças.

Na parte discursiva, os candidatos terão que produzir um texto de até 90 linhas e uma questão de até 15 linhas, ambas sobre temas relacionados à Administração Pública, Direito Constitucional, Direito Administrativo ou Administração Financeira e Orçamentária. A dissertação valerá 50 pontos e a questão 20, o que totaliza uma nota máxima de 70 pontos. 

Ficha Técnica Concurso CGU

Órgão: CGU - Controladoria-Geral da União
Status: Edital publicado e inscrições abertas
Vagas: 375
Cargos: Técnico Federal e Auditor de Finanças e Controle
Áreas de atuação: Administrativa e Fiscal
Escolaridade: Ensino Médio e Ensino Superior
Taxa de inscrição: R$80 para técnico e R$120 para auditor
Remuneração: até R$ 19.197,06
Banca organizadora: FGV
Provas: 20 de março de 2022
Estados com vagas: Distrito Federal, Acre, Amazonas, Amapá, Pará, Tocantins, Rondônia e Roraima
blog

Cursos

Apostilas

Outras Notícias