Central de Concursos
  • Por: José Lucas Brito - Publicado em 27/09/2021 14h18
Foto: Divulgação



As inscrições para o concurso de técnico bancário da Caixa Econômica Federal, que haviam sido abertas em 10 de setembro, vão se encerrar às 23h59 desta segunda-feira, dia 27. Para garantir presença nesse concurso, exclusivo para Pessoas com Deficiência (PcDs), o concurseiro precisa acessar o quanto antes o site da Fundação Cesgranrio, que é quem organiza todo o certame.

Ao entrar no portal da banca, o candidato deverá escolher por um polo, que estará automaticamente vinculado ao macropolo/UF, o qual ele deseja ser convocado para assumir suas atribuições profissionais, além de informar à Cesgranrio a cidade em que deseja realizar as provas objetivas.

Por fim, para que a inscrição seja totalmente concluída, o candidato terá de imprimir o boleto para quitar a taxa no valor de R$30. O pagamento poderá ser efetuado nas agências bancárias da Caixa, terminais de Autoatendimento, casas lotéricas, correspondentes Caixa Aqui ou internet banking - IBC (Mobile e Desktop) ou aplicativo Caixa TEM. O prazo para pagar a taxa de inscrição também termina hoje.

Com relação ao período para solicitar a isenção da taxa de inscrição, ele já havia se encerrado no último dia 17. Inclusive, a Fundação Cesgranrio disponibilizou o acesso à relação de candidatos que tiveram o pedido de isenção aceito após contestação.

Provas marcadas para o fim de outubro

Aqueles que conseguirem se inscrever até o último minuto de inscrição, irão compor a massa de candidatos que serão avaliados no dia 31 de outubro, por meio de uma prova objetiva e por uma redação. Na parte objetiva, especificamente, os inscritos terão de responder a 60 questões, sendo 30 de Conhecimentos Básicos e 30 de Conhecimentos Específicos (para técnico tradicional e técnico de TI).

Confira abaixo a relação das disciplinas a serem cobradas:

Conhecimentos Básicos (para técnico tradicional e de TI): 10 questões de Língua Portuguesa (valendo um ponto cada acerto), 10 de Matemática Financeira (um ponto cada) e mais 10 de Conhecimentos Bancários (um ponto cada).

Conhecimentos Específicos (para técnico tradicional): Cinco questões de Noções de Probabilidade e Estatística (valendo um ponto cada), 10 de Conhecimentos de Informática (um ponto cada) e 15 de Atendimento Bancário (vale um ponto cada).

Conhecimentos Específicos (para técnico de TI): 30 questões de Tecnologia da Informação (cada uma valendo um ponto).

Para conseguir a aprovação, o candidato deve atingir, no mínimo, 50% dos pontos no conjunto da prova de cada conhecimento (Básico e Específico), além de se classificar dentro do triplo do total de vagas e do número de cadastro de reserva. Ou seja, somente os 3.300 candidatos mais bem pontuados na prova objetiva terão as redações corrigidas pela banca organizadora.

Por falar na redação, nela o candidato deverá produzir um texto dissertativo-argumentativo, em que a pontuação máxima a ser atingida é de 100 pontos. Ao produzir o texto, o candidato deve observar os seguintes aspectos:

- Adequação ao tema proposto;

- Adequação ao tipo de texto solicitado;

- Emprego apropriado de mecanismos de coesão (referenciação, sequenciação e demarcação das partes do texto);

- Capacidade de selecionar, organizar e relacionar de forma coerente argumentos pertinentes ao tema proposto;

- Pleno domínio da modalidade escrita da norma-padrão (adequação vocabular, ortografia, morfologia, sintaxe de concordância, de regência e de colocação).

Após passar pela prova objetiva e pela redação, o candidato a técnico bancário será submetido a aferição da veracidade, exclusiva para quem se autodeclarou pretos ou pardo, análise do laudo médico e pelos procedimentos admissionais. O cronograma prevê que o resultado final seja divulgado no dia 10 de dezembro.

LEIA TAMBÉM: Concurso Caixa – confira o conteúdo programático para técnico

Oportunidades para PcDs

Atendendo à necessidade atingir o percentual mínimo de deficientes no seu quadro de pessoal, a Caixa Econômica Federal abriu 1.100 vagas para o cargo de técnico bancário somente para esse público. Para poder participar, além de possuir ensino médio completo, o candidato precisará comprovar que possui algum tipo de deficiência, seja ela motora, visual, auditiva, mental e até mesmo múltipla, quando há a associação de duas ou mais deficiências.

As oportunidades serão divididas entre as funções de técnico tradicional e técnico de TI, em que todas as vagas serão destinadas exclusivamente ao Distrito Federal.

O estado de São Paulo é o que abriga a maior oferta de vagas do país: são 229 oportunidades para PcDs, sendo 207 de ocupação imediata e 22 para cadastro de reserva.

Os novos técnicos bancários receberão, no início de carreira, R$4.486,03, valor composto pelo salário de R$3 mil mais R$831,16 de auxílio refeição/alimentação e R$654,87 de auxílio cesta/alimentação. Eles ainda terão direito a outros benefícios como auxílio 13ª cesta alimentação, auxílio-creche, terão direito a participar nos lucros e resultados obtidos pela agência e ainda poderão progredir dentro da carreira. A carga de trabalho do técnico bancário é de 30 horas semanais.

A contratação dos futuros servidores da Caixa será feita através do regime celetista e ocorrerá ao longo do período de validade, que será de um ano, cabendo prorrogação.
blog

Cursos

Apostilas

Outras Notícias