Central de Concursos
  • Por: Yuri Salso - Publicado em 03/08/2022 08h45 - Atualizado em 03/08/2022 09h51
Concurso Banco do Brasil 2021 (Foto: Divulgação)

Membros da Comissão de Empresa dos Funcionários do Banco do Brasil (CEBB) se reuniram com representantes do banco na última quarta-feira passada, 27 de julho, para alertar a respeito do grave déficit de servidores atualmente registrado.

Para diminuir o quantitativo que está em 10 mil vacâncias, a comissão de funcionário cobra que o Banco do Brasil convoque os aprovados no concurso de escriturários, realizado em 2021, que ainda não tomaram posse.

O BB informa que do total de 4.500 aprovados na seleção, 2.977 já tomaram posse assim que a seleção foi homologada em dezembro do ano passado, enquanto outros 849 selecionados poderão ser chamados até o final do ano. Ou seja, esse contingente de selecionados no último concurso Banco do Brasil ainda não será suficiente para reduzir o enorme déficit de funcionários.

A comissão de funcionário pleiteou nesse encontro ainda o fim da terceirização dos serviços e o aumento de casos de funcionários impedidos de assumirem promoções, o que estaria diretamente ligado à carência de pessoal no banco.

Os representantes do BB responderam à comissão de funcionários que precisaria uma autorização da Secretaria de Coordenação e Governança das Empresas Estatais (Sest) para elevar o número de contratações para mais 10 mil novos funcionários. Ainda não foi informado se o banco fez essa solicitação à secretaria.

Vale lembrar que o diretor de gestão da cultura e de pessoas do Banco do Brasil, Thiago Afonso Borsari, em entrevista concedida à CENTRAL DE CONCURSOS em agosto de 2021, afirmou que o pretende zerar o cadastro de reserva, em função do fluxo mensal de 100 saídas, seja por aposentadoria, mortes ou invalidez.

Último concurso Banco do Brasil atraiu o maior número de inscritos da história

Em 2021, o Banco do Brasil, uma das principais instituições financeiras do país, realizou o maior concurso público da história. A instituição bateu o recorde de inscritos em um processo como este quando registrou um total de 1.645.975 cadastros homologados.

Todo esse contingente de candidatos disputou as 4.480 vagas para o cargo de escriturário, carreira que exigiu o nível médio de escolaridade, com direito a reserva de vagas para candidatos negros e com deficiência.

De acordo com o edital de abertura, metade das vagas foi destinada para ocupação imediata e a outra metade para o cadastro de reserva. Os aprovados que não tiverem sido convocados pela instituição bancária poderão serem chamados ao longo do período de validade da seleção, que irá até dezembro deste ano. Caso o banco autorize a sua prorrogação, o concurso continuará válida por mais um ano.

Os novos escriturários receberão ganho mensal de R$4.508,40, valor que inclui R$831,16 de ajuda alimentação/refeição, R$654,87 de cesta alimentação. Outros benefícios serão garantidos ao servidor do BB:

• Auxílio-creche de R$ 502,98;
• Auxílio ao filho com deficiência de R$548,68;
• Previdência complementar e participação nos lucros e resultados (PLR);
• Cursos de capacitações, graduações, MBAs, mestrado e doutorado, oferecidos gratuitamente pela Universidade Corporativa Banco do Brasil (UniBB).

A jornada de trabalho dos escriturários será de 30 horas semanais, tendo como o regime de contratação o celetista.

LEIA TAMBÉM:

Ficha Técnica Concurso Banco do Brasil 2021

Órgão: BB - Banco do Brasil
Status: Edital publicado 
Vagas: 4.480 
Inscrições: prazo encerrado
Cargos: Escriturário 
Escolaridade: Ensino Médio
Remuneração: R$ 4.508,40
Provas: 26 de setembro de 2021
Abrangência: Nacional
blog

Cursos

Apostilas

Outras Notícias