Central de Concursos
  • Por: Redação - Publicado em 24/08/2021 09h30 - Atualizado em 24/08/2021 10h15
Novo pedido concurso Bacen 2021: 245 vagas para níveis médio e superior (Foto: Divulgação)

O concurso Bacen (Banco Central) foi pauta de uma reunião entre o Sindicato Nacional dos Funcionários do Banco Central (Sinal) e representantes da Secretaria de Gestão e Desempenho de Pessoal (SGP), do Ministério da Economia. No encontro, que aconteceu no último dia 17 de agosto, o presidente do Sinal, Fábio Faiad, cobrou do governo a abertura de uma nova seleção.

Em maio deste ano, o Banco Central encaminhou ao Ministério da Economia um pedido de concurso para 245 vagas, sendo 30 para técnico, 200 para analista e 15 para procurador. “O Sinal cobrou novamente o concurso, nos mesmos moldes que o BC pleiteou. A SGP ficou de buscar as informações e nos dar um retorno em uma segunda reunião, que esperamos que aconteça já em setembro”, explicou Fábio Faiad.

A realização do concurso BC é extremamente necessária. A instituição trabalha, atualmente, como o menor efetivo da sua história. De acordo com a Lei nº 9.650, o banco poderia ter 6.470 servidores, porém existem 3.508 na ativa. Ou seja, 2.962 cargos estão vagos, o que representa 45,83% do quadro legal.

O pedido de concurso feito ao Ministério da Economia, para a abertura de 245 vagas, não representa nem 10% da atual carência de pessoal. De acordo com dados do BC, de julho deste ano, há 411 cargos vagos de técnico, 2.414 de analista e 137 de procurador.

Segundo o presidente do Sinal, a constante defasagem do efetivo vem sobrecarregando, dia a dia, dos servidores. “Essa situação é ainda agravada pelo contexto da pandemia, que afeta os mais variados setores da sociedade brasileira. Os servidores do BC hoje estão sobrecarregados. A falta de servidores já prejudica ou mesmo impede o desenvolvimento de novos projetos”, disse.

Centenas de servidores para se aposentar

Fábio Faiad ressalta ainda que o BC possui centenas de servidores que já cumpriram os requisitos necessários à aposentadoria e que, por isso, a situação do quadro de pessoal poderá se agravar, levando a um colapso do banco.

“Cabe destacar que os efeitos de um órgão público esvaziado são, inevitavelmente, sentidos pelos atores que dependem das atividades por ele desempenhadas. Neste caso, se o BC ficar mais dois anos sem concurso, a principal prejudicada, cedo ou tarde, será a população brasileira.”

Dado papel estratégico do BC para a economia do país e grande déficit de pessoal, a expectativa é de que o concurso possa ser incluído na Proposta de Lei Orçamentária Anual (Ploa 2022), que será encaminhada ao Congresso Nacional até o próximo dia 31.

Concurso Bacen: requisitos e remunerações

No caso de técnico é necessário possuir apenas ensino médio, com remuneração inicial de R$ 7.741,31 por mês, já considerando o auxílio-alimentação de R$ 458.

Para analista e procurador é necessário possuir formação de nível superior em diversas áreas de atuação. Os vencimentos são de R$ 19.655,06 e a R$ 21.472,49, respectivamente, ambos já considerando o complemento de R$ 458.

As contratações no Banco Central ocorrem pelo regime estatutário, que assegura estabilidade no emprego.

Saiba como foi o último concurso Bacen

Em 2013, o concurso Banco Central promoveu seleção com 500 vagas destinadas aos cargos de técnico e analista. Na ocasião, a banca organizadora foi o Cebraspe (antigo Cespe/UnB) e a remuneração inicial oscilou entre R$ 5.158,23 e R$ 14.289,24.

A carreira de técnico apresentou 100 oportunidades e estava dividida entre as áreas de suporte técnico-administrativo e segurança institucional. A exigência era de ensino médio completo.

Destinado a profissionais de nível superior, o cargo de analista (400) estava distribuído em seis áreas de conhecimentos: análise e desenvolvimento de sistemas, suporte à infraestrutura de tecnologia da informação, política econômica e monetária, contabilidade e finanças, infraestrutura e logística, e gestão e análise processual.

O processo seletivo do concurso Bacen (Banco Central) constou de prova objetiva, teste discursivo e análise de títulos – este último apenas para analista. Depois, houve um programa de capacitação aos candidatos aprovados.

Todos os profissionais contratados pelo concurso foram lotados em Brasília (DF), Belém (PA), São Paulo (SP), Salvador (BA) e Porto Alegre (RS).

Ficha Técnica Concurso Bacen - Banco Central

Órgão: BACEN - Banco Central do Brasil
Status: Concurso solicitado
Vagas: 245
Cargos: Técnico, Analista e Procurador
Escolaridade: Níveis médio e superior
Remuneração: até R$ 21.472,49
Abrangência: Nacional
blog

Cursos

Apostilas

Outras Notícias