Central de Concursos
  • Por: Redação - Publicado em 09/09/2021 16h28 - Atualizado em 09/09/2021 17h22
Foto: Divulgação / O Globo

Um novo concurso público pode estar a caminho, desta vez para uma agência reguladora: a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS). A assessoria de imprensa da ANS informou, com exclusividade à equipe de reportagem da CENTRAL DE CONCURSOS, que a agência encaminhou um pedido de concurso ANS ao Ministério da Economia, visando realizá-lo em 2022. Ao todo, o pedido contempla 83 vagas para quatro cargos:

• 32 vagas para técnico administrativo (nível médio);
• 14 vagas para técnico em regulação (nível médio ou médio/técnico);
• 31 vagas para especialista em regulação (nível superior em áreas específicas);
• 6 vagas para analista administrativo (nível superior em qualquer área).

Anteriormente, a ANS havia informado que precisava se adequar às diretrizes do Decreto nº 9.739/2019, que estabelece, entre outros dispositivos, normas sobre concursos públicos, visando dar prosseguimento à solicitação. Certamente, a agência já se adequou às regras estabelecidas pelo Governo Federal para solicitar o novo concurso.

A expectativa, a partir de agora, é que o Ministério da Economia possa responder ao pedido da ANS, pois é algo que vem sendo pleiteado pela agência desde 2017, quando solicitou a abertura de 214 vagas (número bem maior do que no pedido de 2021), sendo 87 para analista administrativo e 127 para especialista em regulação de saúde suplementar. Porém, esse pedido de concurso não havia sido respondido.

Outro fator favorável à autorização do concurso ANS é o fato do Projeto de Lei Orçamentária Anual do próximo ano (PLOA 2022) garantir orçamento para que os órgãos federais possam preencher mais de 73 mil vagas em concursos públicos. O Poder Executivo, especialmente, tem orçamento para distribuir 67.783 vagas (66.654 para provimento e 1.129 para criação) entre os órgãos por ele administrado, incluindo a ANS e outras seis agências reguladoras, que também estão no radar dos novos concursos públicos em 2022.

A equipe de reportagem da CENTRAL DE CONCURSOS ainda aguarda mais informações da assessoria de imprensa da ANS a respeito se o concurso será de nível nacional, ou seja, se haverá oportunidades entre os estados da federação, quais as especialidades para concorrer ao cargo de especialista em regulação, se a agência possui um cronograma preliminar para esse concurso, entre outros detalhes.

Os cargos de nível médio, contemplados nesse pedido de certame, oferecem remuneração a partir de R$7 mil mensais (R$7.474,67 para técnico administrativo e R$7.846,37), enquanto os de nível superior, os ganhos podem chegar a R$15 mil (R$14.265,57 para analista administrativo e R$15.516,12 para especialista em regulação).

LEIA TAMBÉM: 


Último concurso ANS foi realizado em 2015

A Agência Nacional de Saúde Suplementar, que regula os planos de saúde no Brasil, não realiza um novo concurso público desde 2015, ou seja, são seis anos necessitando reforçar o quadro de pessoal. Na época, a ANS destinou todas as 102 vagas para cargos de nível médio, sendo 66 para o cargo de técnico administrativo e 36 para técnico em regulação de saúde suplementar. Ainda havia a possibilidade de utilizar o cadastro de reserva para preencher cargos vagos que surgissem durante o período de validade.

A organização do concurso ANS 2015 ficou a cargo da Fundação Professor Carlos Augusto Bittencourt (Funcab), que avaliou os candidatos por meio de provas objetivas e discursivas, ambas de caráter eliminatório e classificatório e ambas aplicadas em todas as capitais do país.

As provas objetivas foram aplicadas no turno da manhã, para técnico administrativo, e da tarde, para os candidatos a técnico em regulação. Os mais de 60 mil inscritos nessa seleção tiveram de responder a 60 questões, divididas em Conhecimentos Básicos e Específicos:

Prova para técnico administrativo (2015)

• Conhecimentos Básicos: 15 questões de Língua Portuguesa, 5 de Raciocínio Lógico, 5 de Ética e Conduta no Serviço Público, 5 de Noções de Direito Constitucional e 7 de Agências Reguladoras e Legislação Básica;
• Conhecimentos Específicos: em cada uma das disciplinas a seguir foram aplicadas 7 questões (Noções de Direito Administrativo, Noções de Administração, Noções de Arquivologia e Noções de Orçamento Público).

Prova para técnico em regulação (2015)

• Conhecimentos Básicos: 10 questões de Língua Portuguesa, 5 de Raciocínio Lógico, 5 de Ética e Conduta no Serviço Público, 5 de Noções de Direito Constitucional e 5 de Noções de Arquivologia;
• Conhecimentos Específicos: 5 questões de Noções de Direito Administrativo, 5 de Noções de Administração, 10 de Agências Reguladoras e 10 de Legislação Relativa à ANS.

De acordo com o edital de 2015, seria reprovado nesse concurso o candidato que obtivesse menos de 50% do total de pontos da Prova Objetiva, que zerasse em qualquer disciplina da prova e que não se classificasse dentro do número de vagas estabelecidos no item 11.5 do edital. Nesse concurso, houve reserva de vagas para candidatos com deficiência e autodeclarados negros.


Ficha Técnica Concurso ANS 

Órgão: ANS - Agência Nacional de Saúde Suplementar
Status: Concurso solicitado
Vagas: 83
Cargos: Técnico Administrativo, Técnico em Regulação, Especialista em Regulação, Analista Administrativo
Escolaridade: Ensino médio, Ensino técnico, Ensino superior
Remuneração: até R$ 15.516,12
blog

Cursos

Apostilas

Outras Notícias