Central de Concursos
  • Por: Yuri Salso - Publicado em 02/05/2022 11h43 - Atualizado em 02/05/2022 12h48
Concurso ANS: novo pedido enviado ao Ministério da Economia (Foto: Divulgação / O Globo)

Mais uma agência reguladora poderá ter um novo concurso público aberto em breve. A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) confirmou que encaminhou um pedido de concurso ao Ministério da Economia, pasta responsável por conceder o aval para órgãos públicos federias.

O novo concurso ANS viria para tentar minimizar o déficit de servidores que, atualmente, se encontra na casa dos 90 cargos vagos nas seguintes carreiras:

Médio: técnico administrativo (34 cargos vagos) – Remuneração de: R$7.016,67;
Médio/técnico: técnico em regulação de saúde suplementar (16 cargos) - Remuneração de: R$7.388,37;
Superior: especialista em regulação de saúde suplementar (33 cargos) - Remuneração de: R$15.058,12, e analista administrativo (sete cargos) - R$13.807,57.

Dentro desses salários, já está incluso o auxílio-alimentação, no valor de R$458. Os servidores da ANS ainda podem contar com assistência pré-escolar (R$321) e assistência à saúde suplementar.

A realização desse certame torna-se ainda mais urgência porque a validade do último concurso ANS, realizado em 2015, está prestes a expirar. Se para a ANS isso é uma perspectiva ruim, pois prejudica o funcionamento dos trabalhos geridos pela própria agência, por outro lado, pode ser entendida de forma positiva, já que isso pode fazer com que o Ministério da Economia tenha que dar uma resposta imediata sobre o pedido de concurso feito pelo órgão.

LEIA TAMBÉM: 

Estude com base no último concurso ANS

A Agência Nacional de Saúde Suplementar, que regula os planos de saúde no Brasil, não realiza um novo concurso público desde 2015, ou seja, são seis anos necessitando reforçar o quadro de pessoal. Na época, a ANS destinou todas as 102 vagas para cargos de nível médio, sendo 66 para o cargo de técnico administrativo e 36 para técnico em regulação de saúde suplementar. Ainda havia a possibilidade de utilizar o cadastro de reserva para preencher cargos vagos que surgissem durante o período de validade.

A organização do concurso ANS 2015 ficou a cargo da Fundação Professor Carlos Augusto Bittencourt (Funcab), que avaliou os candidatos por meio de provas objetivas e discursivas, ambas de caráter eliminatório e classificatório e ambas aplicadas em todas as capitais do país.

As provas objetivas foram aplicadas no turno da manhã, para técnico administrativo, e da tarde, para os candidatos a técnico em regulação. Os mais de 60 mil inscritos nessa seleção tiveram de responder a 60 questões, divididas em Conhecimentos Básicos e Específicos:

Prova para técnico administrativo (2015)

• Conhecimentos Básicos: 15 questões de Língua Portuguesa, 5 de Raciocínio Lógico, 5 de Ética e Conduta no Serviço Público, 5 de Noções de Direito Constitucional e 7 de Agências Reguladoras e Legislação Básica;
• Conhecimentos Específicos: em cada uma das disciplinas a seguir foram aplicadas 7 questões (Noções de Direito Administrativo, Noções de Administração, Noções de Arquivologia e Noções de Orçamento Público).

Prova para técnico em regulação (2015)

• Conhecimentos Básicos: 10 questões de Língua Portuguesa, 5 de Raciocínio Lógico, 5 de Ética e Conduta no Serviço Público, 5 de Noções de Direito Constitucional e 5 de Noções de Arquivologia;
• Conhecimentos Específicos: 5 questões de Noções de Direito Administrativo, 5 de Noções de Administração, 10 de Agências Reguladoras e 10 de Legislação Relativa à ANS.

De acordo com o edital de 2015, seria reprovado nesse concurso o candidato que obtivesse menos de 50% do total de pontos da Prova Objetiva, que zerasse em qualquer disciplina da prova e que não se classificasse dentro do número de vagas estabelecidos no item 11.5 do edital. Nesse concurso, houve reserva de vagas para candidatos com deficiência e autodeclarados negros.


Ficha Técnica Concurso ANS 

Órgão: ANS - Agência Nacional de Saúde Suplementar
Status: Concurso solicitado
Vagas: 90 cargos vagos
Cargos: Técnico Administrativo, Técnico em Regulação, Especialista em Regulação, Analista Administrativo
Escolaridade: Ensino médio, Ensino técnico, Ensino superior
Remuneração: até R$15.058,12
blog

Cursos

Apostilas

Outras Notícias