Central de Concursos
  • Por: Yuri Salso - Publicado em 07/12/2020 10h02 - Atualizado em 07/12/2020 10h47
Foto: Google Maps

Com um novo concurso Alesp (Assembleia Legislativa de São Paulo) autorizado desde 2018, a casa legislativa conta, atualmente, com uma necessidade de nada menos do que 444 servidores em seu quadro de pessoal.

De um quantitativo de 1.001 profissionais, a Alesp apresenta apenas 557 cargos efetivamente ocupados. Embora o concurso autorizado não especifique oferta de vagas, o levantamento de servidores indica a necessidade de um bom número de contratações para a futura seleção, considerando os limites financeiros. 

O concurso, que vem sendo aguardado há mais de dois anos, teve seus preparativos suspensos e a expectativa é de que novas confirmações ocorram em 2021, após a superada a crise de saúde ocasionada pela Covid 19. 

LEIA TAMBÉM:


A autorização de 2018, embora não indicasse oferta de vagas,  já contava com cargos definidos, com oportunidades de  níveis médio e superior, além de formar cadastro reserva de pessoal.

No caso de ensino médio, o concurso autorizado é para a carreira de técnico legislativo, que conta com remuneração inicial de R$ 6.970,17.

Para nível superior, as carreiras com previsão são as de analista legislativo e procurador. Para analistas, a exigência é de nível superior em áreas específicas. A remuneração inicial é de R$ 11.421,92.

Já a carreira de procurador é destinada a quem possui formação de nível superior na área de direito, com pelo menos dois anos de inscrição na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). Neste caso, o inicial é de R$ 19.697,60.

Somadas, estas três carreiras contam com uma necessidade de 437 servidores, o que corresponde a quase totalidade de carências na Alesp. O maior déficit é para o cargo de técnico, com 326 vagas em aberto. De um quadro de 614 servidores, a casa conta com apenas 288 em atividade. 

Para analista, a assembleia precisa de 201 profissionais. De um quadro de 308, apenas 107 cargos estão ocupados. 

Por fim, para procurador a necessidade é de 4 novos servidores. De um quadro de 22 postos, apenas 18 estão preenchidos.

O cargo que completa o quadro de carência de pessoal, mas sem previsão de vagas na autorização de 2018, é o de auditor interno, criado recentemente, com 7 vagas, todas em aberto, aguardando a realização de um primeiro concurso. A remuneração do auditor interno é a mesma dos analistas, com R$ 11.421,92.

Vale lembrar que para os técnicos e analistas, o concurso Alesp conta com plano de carreiras com 20 níveis salariais no decorrer do exercício profissional. Já no caso de procurador, a carreira conta com 15 níveis.

Último concurso Alesp
 
Os últimos concursos da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo foram realizados em 2010 e 2012, sendo que ambo tiveram a Fundação Carlos Chagas (FCC) como banca organizadora.
 
Na de 2010, havia oportunidades para agente técnico legislativo (atualmente chamado de analista legislativo), para agente legislativo de serviços técnicos e administrativos (técnico legislativo) e para procurador. As chances estavam distribuídas em diversas especialidades.
 
Em 2012, foram abertas ofertas apenas para analista nas áreas de taquígrafo e cirurgião-dentista, além de técnico na função de técnico em enfermagem.
 

Resumo do Concurso Alesp - Vários cargos

Alesp - Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo
Vagas: Não definido
Taxa de inscrição: Não definido
Cargos: Não definido
Áreas de Atuação: Não definido
Escolaridade: Não definido
Estados com Vagas: SP

*Com informações do JC Concursos
blog

Cursos

Apostilas

Outras Notícias