Central de Concursos
  • Publicado em 09/04/2013 09h45
Ao contrário das duas últimas seleções, quando a organização do concurso ficou a cargo da Esaf, desta vez o concurso do Ministério do Trabalho e Emprego deverá ser organizado pela Cespe/UnB. A definição será divulgada neste mês.

No momento, o MTE avalia as regiões que serão contempladas pelo concurso, que oferece 100 vagas para Auditor-Fiscal do Trabalho. Calcula-se que todas as regiões serão beneficiadas.

O número de vagas oferecido não atende às necessidades do órgão e o Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais Federais reivindica a ampliação das ofertas, a sua presidente, Rosângela Rassy tem pressionado o Ministério do Planejamento, através de deputados federais e senadores com os quais tem se encontrado frequentemente.

O Concurso
Para concorrer a uma das vagas é necessário formação superior em qualquer área. A remuneração inicial é de R$ 13.973, já com R$ 373 de auxílio-alimentação.

Os profissionais são responsáveis pela verificação do cumprimento das disposições legais e regulamentares relacionadas à segurança e à saúde no trabalho.

A data limite para a divulgação do edital é de 13 de agosto.

Área de apoio aguarda autorização
A autorização para o concurso da área de apoio do MTE continua sob análise do Ministério do Planejamento. No momento, a solicitação encontra-se no Departamento de Planejamento.

Foram solicitadas 1.858 vagas: 1.600 de Agente Administrativo, exigência do nível médio, iniciais de R$ 2.529,42 (R$ 1.568,42 de salário-base, R$ 588 de Gratificação de Desempenho da Carreira da Previdência da Saúde e do Trabalho e R$ 373, de auxílio-alimentação).

As restantes 258 vagas, serão para candidatos que possuam nível superior: 64 para Técnico em Assuntos Educacionais, 60 para Administrador, 60 para Assistente Social, 60 para Contador, sete para Técnico em Comunicação Social, três para Bibliotecário, três para Economista e um para Psicólogo. A remuneração é de R$ 3.598,42 (R$ 1.990,22 salário-base, R$ 1.235,20 de gratificação idêntica ao Agente Administrativo e R$ 373 de auxílio-alimentação).

blog

Outras Notícias