Central de Concursos
  • Por: Cecília Rodrigues - Publicado em 14/07/2010 00h00
A Corregedoria do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) determinou a realização de concurso público para 5,5 mil cargos de chefia em cartórios. A Justiça constatou que dos mais de 14 mil cartórios do país, metade tem problemas e mais de cinco mil são explorados irregularmente. As vagas de tabeliões e registradores, por exemplo, terão que ser preenchidas nos próximos seis meses por meio de concurso de provas e avaliação de títulos.

Segundo informações da Agência Estado, o número de cartórios explorados irregularmente pode crescer ainda mais nos próximos meses, quando o CNJ obtiver detalhes de 153 cartórios considerados fantasmas e de outros 1.105, cujos processos estão sendo avaliados. O órgão aguarda também o julgamento de processos no Supremo Tribuinal Federal (STF) referentes a mais 470 cartórios. Até a realização dos concursos os titulares não concursados continuarão à frente dos cartórios para não prejudicar o andamento dos serviços.

blog

Outras Notícias