Central de Concursos
  • Publicado em 05/06/2012 11h02
Dois principais motivos poderão antecipar a divulgação do edital para o cargo de assistente técnico administrativo da Fazenda: O primeiro, é um acordo firmado entre o Ministério da Fazenda e o Ministério Público do Trabalho que deverá substituir os terceirizados até 31 de dezembro. No entanto, se o edital sair em novembro, como previsto, não daria tempo de receber as inscrições, realizar as provas e dar posse aos aprovados. Nesse caso, para cumprir o acordo, o edital deverá sair no início do segundo semestre.

O segundo motivo para a antecipação é a portaria que autorizou o concurso, a qual permite a nomeação dos aprovados em outubro. Dessa forma, a expectativa é que a Esaf, organizadora tradicionalmente escolhida para realizar os concursos do Ministério da Fazenda, seja, oficialmente, nomeada.

Aguardada também com ansiedade pelos concurseiros, a informação da distribuição por estados das 463 vagas que serão oferecidas. Na última seleção, realizada em 2009, quando foram oferecidos duas mil vagas, as maiores ofertas foram distribuidas da seguinte maneira : 368 para São Paulo, 226 para o Rio de Janeiro e 217 para Mina Gerais.

A remuneração inicial para o cargo é de R$ 2.690,02, já incluindo o auxílio-alimentação de R$ 304. Além da remuneração atrativa para o concurso que exige somente o nível médio de escolaridade, a contratação sob regime estatutário - que garante a estabilidade - atrairá muitos candidatos.

blog

Outras Notícias