Central de Concursos
  • Publicado em 20/06/2013 13h00
A Alesp (Assembléia Legislativa do Estado de São Paulo) aprovou nesta quarta-feira, dia 19/06, o projeto que cria de 1.835 cargos para a Superintendência da Polícia Técnico-Científica (PLC 16/2013).

A proposta já tramitava em regime de urgência desde o dia 13 de junho, por ser considerada de extrema relevância pelos parlamentares.

Todas as vagas criadas pela medida serão preenchidas por meio de concurso público. A expectativa é de que essas novas funções façam parte da série de concursos para a Polícia Civil, juntamente com as 2.805 vagas já autorizadas.

A maioria dos concursos da nova série deverão acontecer ainda em 2013.

O destaque do texto fica por conta do cargo de oficial administrativo, que contará com mais 600 vagas após a aprovação. Além de reforçar o trabalho de perícia no Instituto de Criminalística (IC) e no Instituto Médico Legal (IML), a intenção da medida é liberar médicos e peritos, que atualmente realizam trabalhos administrativos, para as funções de origem.

Além do cargo de oficial administrativo o texto ainda prevê a criação de vagas para médico legista (200), perito criminal (529), desenhista técnico (55), fotógrafo técnico-pericial (120), auxiliar de necropsia (155), atendente de necrotério (110) e técnico de laboratório (84). Entre os cargos do projeto as remunerações variam de R$1.085,00 para oficial administrativo a R$7.024,32 para médico legista e perito. Os servidores ainda contam com um adicional de insalubridade de R$522,97.

Fonte: Folha Dirigida
blog

Outras Notícias