Central de Concursos
  • Publicado em 03/07/2012 14h31
Foi definida a organizadora que estará à frente da seleção dos concursos de analista-tributário – 750 vagas – e auditor-fiscal – 200 vagas. Trata-se da Escola de Administração Fazendária, a Esaf, tradicionalmente escolhida. A portaria oficializando-a foi publicada na última quarta-feira, 27, no Diário Oficial.

O passo seguinte é a publicação dos editais. Embora o prazo para isso seja até novembro, a expectativa é que sejam publicados antes desse prazo. Um dos fatores dae urgência é que 40% dos auditores em todo país, deverão aposentar-se nos próximos cinco anos, além do conhecido déficit de pessoal, sobretudo, nas regiões fronteiriças. Os próximos eventos esportivos em nosso país constituem-se também na corrida contra o tempo.

As remunerações iniciais para os cargos são: R$ 13.904,00 para auditor-fiscal e R$ 8.300,00 para analista-tributário.

O último concursos aconteceu em 2009.

Ministério da Fazenda: 2º grau em breve
Àqueles que possuem nível médio também terão chances em breve. Serão 463 vagas para assistente técnico-administrativo com iniciais de R$ 2.690,00, já com R$ 304,00 de auxílio-alimentação. A exemplo da Receita, o edital tem prazo até novembro para sair, mas deverá ser antecipado. O prazo para substituir os terceirizados irregulares, razão principal da urgência do concurso, vai até 31 de dezembro.

A maior parte dos terceirizados está atuando em Brasília, seguidos de São Paulo, Mato Grosso, Alagoas, Amazonas, Mato Grosso do Sul, Pará, Paraíba e Pernambuco. Há grandes chances dos novos concursados serem lotados nessas mesmas localidades.

O último concurso foi realizado em 2009, e contou com questões de Língua Portuguesa, Raciocínio Lógico Quantitativo e Conhecimentos Básicos de Informática, Direito Administrativo, Constitucional, Tributário e Previdenciário.
blog

Outras Notícias