Central de Concursos
  • Por: Folha Dirigida - Publicado em 04/03/2015 00h00
Dependendo apenas de autorização do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG) para a abertura de concursos, a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), a Agência Nacional de Águas (ANA) e a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) somam 1.458 vagas em pauta, sendo 762 apenas para cargos de nível médio.
 
Sofrendo com grande carência de pessoal, as chances dos pedidos serem atendidos são grandes. De um modo geral, as vagas serão destinadas a quatro cargos: técnico administrativo, técnico em regulação (ambos de nível médio), analista administrativo e analista em regulação (ambos de nível superior). As remunerações, que já incluem R$373 de auxílio-alimentação, são atualmente de R$5.791,25, R$6.047,25, R$10.916,90 e R$11.776,90, respectivamente. No caso da ANTT e da Anac, é muito provável que as vagas sejam distribuídas por diversos estados.
 
A ANTT foi a agência que solicitou o maior quantitativo: 670 vagas. No nível médio, o pedido foi de 45 vagas de técnico administrativo e 281 de técnico em regulação. E para os graduados, foram requeridas 41 de analista administrativo e 303 de especialista. A segunda maior solicitação ao Ministério do Planejamento foi pela Anac: 534 vagas em funções de níveis médio e superior, sendo 138 vagas para técnico em regulação, 31 para técnico administrativo, 83 para analista administrativo e 282 para especialista em regulação. 
 
Já a ANS, que tem sede no Rio de Janeiro quer abrir 102 vagas, todas para o nível médio. O objetivo da instituição é preencher 66 vagas de técnico administrativo e outras 36 de técnico em regulação. A Anvisa também vem lutando para abrir seleção para cargo de nível médio. Foi solicitado ao Ministério do Planejamento concurso para 120 vagas de  técnico administrativo. Sendo autorizado, as oportunidades serão destinadas apenas a Brasília. Atuando também apenas em Brasília, a ANA vem pleiteando concurso para 32 vagas de analista. É provável que as oportunidades contemplem diversos cursos de graduação, em especial os de Tecnologia da Informação, onde a agência conta com grande carência de pessoal.
blog

Outras Notícias