icone aprovados

Depoimentos

https://www.centraldeconcursos.com.br/depoimentos/vanessa-inglez-scorsato-pestana.html

Ano:

Concurso:

Nome:

[Vanessa Inglez Scorsato Pestana]
  • Aluno: República
  • Vanessa Inglez Scorsato Pestana

  • Em março do ano passado, desanimada, decidi que deveria tomar uma atitude definitiva na minha vida, já que tudo o que queria era ter mais tempo para mim, mais tranquilidade, mais “certezas” na vida profissional e financeira. Não aguentava mais a vida corrida de trabalhar num negócio de família. Procurar emprego? Não... O mercado de trabalho hoje na iniciativa privada é cada vez mais cruel. Horas e horas sem fim e quase nenhum reconhecimento. Já havia trabalhado em empresas em que meu horário pra sair seria as 18hs. Saía as 20hs e ainda olhavam feio, como se tivesse fazendo algo errado! E a minha vida? Pra quando ficava? Não ficava...

    Já havia prestado outros concursos nos últimos 10 anos, mas sempre “na sorte”. Dessa vez foi diferente. Comecei a estudar antes mesmo de se ter notícia de quando sairia o edital do concurso. Meu marido saía para trabalhar às 7 da manhã. Eu só precisava ir às 10hs. Mas eu levantava todo dia junto com ele, assim, tinha pelo menos 3 horas dedicadas ao estudo, antes de ter a cabeça cheia do dia corrido.

    Em julho, vi no jornal que o concurso estava autorizado. Fui para a Central de Concursos e fiz a matrícula para o curso do TJ. Já tinha uma certa noção das matérias, afinal, já estava estudando há 3 meses em casa, de acordo com o último edital. Mas as aulas trazem uma nova luz ao nosso entendimento. O aprendizado se torna mais profundo e aquilo que antes era ainda meio nebuloso passou a ser natural pra mim.

    Alguns professores foram mais do que fundamentais nesse processo. Maria Angélica Chichera (Constitucional), Rodrigo Castello (Processo Penal), Gabriel (Normas da Corregedoria), sem contar as aulas de testes, que foram excelentes!

    As aulas foram até final de outubro e a prova, em dezembro. Teria o mês de novembro ainda inteirinho em casa para estudar mais e mais. Horas a menos de sono, nada de passeios, cinema, shoppings, festas... Tanta dedicação foi recompensada quando saiu o gabarito da prova. Tirei 8,395. A alegria foi enorme, mas ainda faltava esperar pela nota de corte, o que demorou mais de 2 meses. Passei!! E na segunda fase, prova de digitação, também passei! Agora é só esperar e, em breve, estarei lá no TJ!

    Agradeço à toda equipe da Central de Concursos por todo o apoio de sempre! Juntos, nós conseguimos!