Central de Concursos

TJ - SP

Previsto

Escrevente - Curso Completo

nota

Online Online
Disciplinas 15 Disciplinas
Aulas 174 Aulas
Carga Carga Horária 165h 56m 4s
De:
Por apenas R$ 417,60 em até 12x de R$ 34,80
Nivel Nível Médio
Salário Remuneração
R$ 6.271
QUERO COMEÇAR

Você sabia que o concurso para escrevente técnico judiciário do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (TJ-SP) é um dos mais procurados pelos concurseiros? E não é para menos: além da estabilidade profissional garantida por lei, os aprovados no concurso TJSP têm direito a uma remuneração inicial de R$ 6.193 mensais e a garantia de muitos outros benefícios, sendo que a única exigência para concorrer ao cargo é ter o nível médio completo na data da posse.


Tradicionalmente, o Tribunal de Justiça de São Paulo realiza esse concurso a cada dois anos. Como a última seleção foi realizada em março de 2017, a expectativa é de que um novo certame seja convocado em breve.


Por isso, não perca tempo esperando o edital ser publicado e antecipe os estudos para o próximo concurso TJSP. Com 29 anos de experiência no mercado e 440 alunos aprovados no último concurso TJSP, o curso preparatório da Central de Concursos possui tudo o que você precisa para ir bem no dia da prova, com aulas ministradas por professores prontos para facilitar a compreensão das matérias.


Lotação das vagas do concurso TJSP

O TJ-SP realizou dois concursos públicos, um em 2017 e outro em 2018, ambos destinados ao cargo de escrevente. No de 2017, a seleção foi para preenchimento de 590 vagas, todas para lotação em São Paulo (1ª Região Administrativa) e em cidades da 4ª Região Administrativa, com sede em Campinas. Já no de 2018, foram oferecidas 235 vagas para lotação em cidades que compõem a 2ª, 3ª, 5ª, 6ª, 7ª, 8ª, 9ª e 10ª Regiões Administrativas (litoral e interior de São Paulo).


O concurso realizado em 2017 para capital e região de Campinas seguirá válido até dezembro de 2019. Aproximadamente 150 aprovados foram convocados no início deste ano. O concurso do interior ainda aguarda homologação.


Benefícios e remuneração

O valor da remuneração de R$ 6.193 mensais é composto pela soma do salário inicial de R$ 4.706,53, auxílio-alimentação de R$ 990, auxílio-saúde de R$ 330 e auxílio-transporte de R$ 167,20.


Entre os benefícios garantidos do cargo de escrevente técnico judiciário estão a Gratificação Natalina, Licença Maternidade de 180 dias, Licença Paternidade de 20 dias, Sexta-Parte (adicional de 1/6 após 20 anos de exercício), Licença Prêmio (90 dias de licença remunerada a cada 5 anos), entre outros.


Atribuições do cargo de escrevente técnico judiciário

O escrevente técnico judiciário pode atuar em diversas áreas na estrutura do Tribunal, mas, tipicamente, a atividade do escrevente é realizada em um cartório, também chamado de ofício da justiça, auxiliando os magistrados (juízes e desembargadores) na tramitação de processos. Em geral o trabalho do escrevente consiste em atender aos públicos externo e interno, autuar processos, elaborar e conferir documentos e dar cumprimento aos despachos judiciais, atos indispensáveis ao andamento de processos judiciais. Ou seja, é o escrevente quem faz andar toda a movimentação de processos dentro do TJ.


Conteúdo cobrado no último concurso TJSP

O último concurso TJSP foi dividido em duas etapas, sendo a primeira delas uma prova objetiva – de caráter eliminatório e classificatório –, com 100 questões de múltipla escolha. As questões foram divididas em três blocos:


  • BLOCO I: Língua Portuguesa (24 questões);
  • BLOCO II: Conhecimento em Direito (Direito Penal, Processual Penal, Processual Civil, Constitucional, Administrativo e Normas da Corregedoria Geral de Justiça / 40 questões no total);
  • BLOCO III: Conhecimentos Gerais (Atualidades, Matemática, Informática e Raciocínio Lógico / 36 questões no total).
  • A segunda etapa contou com uma prova prática de formatação e digitação.


    A digitação foi pontuada de 0 a 8 pontos, sendo a nota 8 atribuída à transcrição integral do texto, sem erros, em no máximo 11 minutos. Para cada erro cometido foi descontado 0,05 ponto.


    A formatação foi pontuada de 0 a 2 pontos. Para cada ocorrência de erro de formatação: diferente, extra ou a falta do que for solicitado, foi descontado 0,2 ponto. A nota 2 foi atribuída para a formatação correta do texto, sem erros, em no máximo 5 minutos.

    Professores
    Produtos relacionados
    Avaliações

    Seja o primeiro a avaliar este produto!

    AVALIAR